sexta-feira, março 25, 2011

UM POEMA SENSUAL



Vem!

Quero que me acaricies a alma
e venhas para o coração.
Quando eu estiver bem calma,
envolve-me em muita paixão.


Provoca a minha libido
com tua majestosa mão;
procura meu lugar escondido,
porque desejo carinho em profusão.


No meu corpo, usa teus dedos,
preciso do teu calor em mim.
Desvenda os meus segredos;
põe fogo no meu estopim.


Com as labaredas incontroláveis,
ama-me de qualquer maneira.
Teremos prazeres infindáveis,
durante o dia e a noite inteira.
Postar um comentário