sexta-feira, julho 10, 2009

UMA QUESTÃO PREOCUPANTE - SEXO






SAÚDE E SEXUALIDADE: MUITO PRAZER!


Observando o rápido crescimento do número de adolecescentes não esclarecidos a respeito de SEXO, SEXUALIDADE ou RELACIONAMENTO SEXUAL, como quiserem, resolvi escrever sobre a importância da ampliação e divulgação de programas relativos a esse tema.

No Estado existe o PROSAD - Programa de Atenção à Saúde do Adolescente - nos Centros de Saúde. Deveria ser extendido às escolas públicas e particulares e também às Universidades envolvendo um maior número de pessoas que parecem não ter conscientização da preservação da saúde de seus corpos, prevenindo com a prática saudável do sexo, com segurança no tempo certo e sem promiscuidade.

Quando eu trabalhava com adolescentes grávidas, ficava apreensiva pois sabia que elas nem tinham noção sobre o funcionamento de seu corpo e ignoravam os riscos da gravidez ou doenças sexualmente transmissíveis por acharem que nada iria acontecer com elas. Em geral, os adolescentes não sabem, até hoje, nada sobre o relacionamento sexual e suas boas ou más consequências.

Não sabem o que deve ser aprendido com racionalidade e respeito no sentido de atender às necessidades fisiológicas, do carinho, do companheirismo e do prazer em si: Nunca fazer sexo por simples hábito animalesco, de fazer por fazer por simples desejo de seus hormônios.

Há problemas que envolvem consequências graves:

1- Gerar crianças não desejadas

2- Adquirir doenças sexuais que estragarão suas vidas para sempre

3- Adquirir traumas por não saberem conduzir o ato sexual para o prazer saudável

4- Fazer com que a mulher principalmente, fique visada moralmente desvalorizando-se.

5- Não saber se proteger de pedófilos ou pessoas más intencionadas em ganhar valores com isso.


É importante e urgente que os pais e professores se atualizem, quebrem os preconceitos e se preocupem, não só com seus filhos estudantes, porém com os seres que estão se transformando e em crescimento orientando-os de fato para a vida mostrando-lhes:


1- O valor da pessoa

2- O que o ato sexual envolve: peocupações com a fertilidade, riscos de gravidez e de aborto, temores com doenças sexualmente transmissíveis.

3- Fazer do ato sexual um prazer saudável com respeito à pessoa e não um ato promíscuo.


O planejamento existe para isso - indica métodos disponíveis que evitam a gravidez não desejada, abortos e as doenças. Além do trauma que pode causar um relacionamento sexual errado.

Com diginidade, respeito e carinho, nós pais,professores e profissionais de saúde podemos e devemos ajudar adolescentes e jovens e assim acabe com esse problema hoje e no futuro próximo.

Postar um comentário