terça-feira, junho 09, 2009

A triste certeza de não ter....





A vida não se conta pelas respirações, mas pelos momentos que lhe cortaram o fôlego.


Isso é uma verdade que se torna obsoleta quando deparamos com questões que nos fazem sentir tolos. Imaginem! Depositamos fé e confiança em alguém que pelo simples fato de não fazer parte do nosso mundo, não deveria nem estar na nossa convivência. Contudo, retiramos a dura capa de orgulho e de vergonha, sucumbimos ao encanto do novo e inesperado. Mas a realidade é dura, principalmente, quando ela aparece algum tempo depois do encanto...e vem com toda força cortando o fôlego, tirando aquele fulgor maravilhoso que se adquiriu durante o tempo que durou o encanto. E vem então a queda, a dor de não ter, a dor de perder o que se pensava ter.

O encanto perdido que se dissolveu nas brumas do amanhecer...restando apenas a solidão, a dor de quanto me sinto só.

A solidão para quem gosta é ótimo! Até dizem os "sábios" antes só do que mal acompanhado...mas para quem não gosta de estar só, não de ficar só, é um tormento. A mente não fica tranquila, o corpo não para, a ansiedade corrói a alma. Talvez, seria melhor não procurar nada, para ver se tudo se acalma.


Esta música de Roberto e Eramos Carlos é exatamente como me sinto no momento exato em que escrevo aqui, porém tenho a certeza de que ele não pensa mais em mim. Tudo sonho, tudo ilusão!


Onde você estiver, não se esqueça de mim

Com quem você estiver não se esqueça de mim

Eu quero apenas estar no seu pensamento

Por um momento pensar que você pensa em mim

Onde você estiver, não se esqueça de mim

Mesmo que exista outro amor que te faça feliz

Se resta, em sua lembrança, um pouco do muito que eu te quis

Onde você estiver, não se esqueça de mim

Eu quero apenas estar no seu pensamento

Por um momento pensar que você pensa em mim

Onde você estiver, não se esqueça de mim

Quando você se lembrar não se esqueça que eu

Que eu não consigo apagar você da minha vida

Onde você estiver não se esqueça de mim


Gostaria de não ser e nem estar assim...apaixonada, nem triste com esse sentimento!

Postar um comentário