segunda-feira, junho 17, 2013

O GATO SOCIALISTA



Dedicado àquelas pessoas que se dizem uma coisa... e é outra!


O gato socialista 

Um gato que bancava o socialista,
com o fim de chegar a deputado,
estava a comer um frango assado
na cozinha de um capitalista.

Outro gato, com lógica sectária
ao primeiro afirmou: - Estou contigo.
Pensa tu que eu também, querido amigo,
pertenço à mesma classe proletária.

E bem sei que se nestas revoadas,
eu quiser esse frango que dispões,
o partirás já, já, em duas porções,
pois não somos, debalde, camaradas.

- Isso não, disse o outro sem pudor,
eu não divido nada, ó meu artista.
Porque, se em jejum sou socialista,
comendo, sempre sou conservador.

Do poeta satírico italiano Carlo Alberto Salustri (1871-1950).
Tradução de Breno di Grado.
Postar um comentário